Alter mundos :: uma jornada ao coração do insólito

Você Escritor - Por José Roberto Abramo

19/02/2021

Por Fernanda Vizian*

Os maiores mestres do horror e da ficção científica reunidos em um volume bilíngue

Alter Mundos :: uma jornada ao coração do insólito é fruto de uma iniciativa que celebra os primórdios da ficção científica e do horror, trazendo o tratamento literário e tradutório que esses gêneros merecem. Para isso, a Prof.ª Dr.ª Carolina Magaldi mobilizou bacharelandos, mestrandos e doutorandos em Literatura e Tradução pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) para traduzirem contos para a língua portuguesa, além de versarem nossos autores para a língua inglesa, colocando os escritores brasileiros em pé de igualdade com os estrangeiros, alcançando um público nacional e internacional.

De Machado a Lovecraft, de Arthuir Machen a Álvares de Azevedo, de Nathaniel Hawthorne a Lima Barreto, os mestres do mundo dos sonhos e dos pesadelos proporcionam uma viagem inesquecível a seus leitores, enquanto uma nova geração de tradutores competentes e dedicados é apresentada ao universo editorial brasileiro.

A juizforana Fernanda Vizian, da Editora Paratexto, é quem está por trás de todo o trabalho editorial e de marketing da obra. Para isso, a editora lançou a campanha de financiamento coletivo através do portal Cartase (www.catarse.meno dia 19 de fevereiro, passado. Ainda para o lançamento, foi feitaa uma live via YouTube da Editora Paratexto (link abaixo), com a professora doutora Carolina Magaldi e alguns alunos que participaram da tradução dos contos. O evento está agendado também para o dia 19, às 20h. (

Capa e detalhes de Alter Mundos: uma jornada ao coração do insólito/Créditos: Editora Paratexto

“Alter mundos: uma jornada ao coração do insólito” será uma obra bilíngue português/inglês. A edição, de luxo, será de capa dura com aproximadamente 500 páginas. Ao todo, foram sete bacharelandos, cinco mestrandas e uma doutoranda encararam a empreitada de tradução e revisão da obra.

Entre os autores de língua inglesa estão: Algernon Blackwood, Arthur Machen, Bram Stoker, H.G. Wells, H.P. Lovecraft, Nathaniel Hawthorne. Já os de língua portuguesa são: Álvares de Azevedo, Bernardo Guimarães, Fagundes Varela, Lima Barreto e Machado de Assis.

O prefácio é do tradutor e professor doutor da UFJF, Adalto Villela.

Sobre a edição e tradução

A edição de Alter Mundos mobilizou bacharelandos, mestrandos e doutorandos em literatura e tradução pela UFJF, através da supervisão e organização da Prof.ª Dr.ª Carolina Magaldi.

“Pensamos na seleção dos contos como forma de explorar o potencial acadêmico e literário da tradução. Assim, os alunos traduziam para aplicar teorias, encontrar lacunas e propor novos métodos. Deu tão certo que nós chegamos a bolar um novo método de projeto tradutório para nossos membros”, afirma Carolina.

Com o trabalho de tradução em mãos, era hora de pensar na edição.

“Fizemos uma votação e o tema do insólito ganhou por unanimidade. A partir daí escolhemos autores para serem traduzidos e completarem uma coletânea de luxo. Buscamos os clássicos, como Lovecraft e Bram Stoker e outros que ainda não explorados no mercado editorial brasileiro”, completa.

Nesse meio tempo, a orientadora do grupo, Carolina Magaldi, concluiu a primeira fase de uma pesquisa chamada “Exportando Literatura Brasileira”, que estudava como tem sido a recepção de autores em língua inglesa e como essa recepção pode ser melhorada e ampliada.

Daí veio a iniciativa de um volume vice-versa, em que os autores brasileiros também fossem versados para o inglês. Isso traria para os leitores brasileiros um novo olhar a respeito de escritores como Machado de Assis, Lima Barreto e Bernardo Guimarães, além de apresentá-los a leitores estrangeiros como parte da constelação de mestres dos primórdios da ficção científica e horror, além de colocá-los em pé de igualdade com os estrangeiros, alcançando um público nacional e internacional.

“O financiamento coletivo é uma modalidade para captação de recursos baseada na economia colaborativa. A ideia é bem simples: apresentamos um projeto e colocamos uma meta para que ele seja de fato produzido. Há diferentes tipos de apoio, inclusive com recompensas”, destaca Fernanda.

Após aberta a campanha, o livro fica em pré-venda por até 60 dias e, só após batida a meta, é que começa a produção. Após essa fase, os livros são enviados diretamente para todos os apoiadores, que terão seus nomes impresso dentro da obra, como forma de agradecimento.

Victor Trajano
(EDITOR)  GeekPopNews

https://www.catarse.me/altermundosisite

Leia TAmbém:

http://vaiali.com/blog/categoria/colabs/voce-escritor/

 

Compartilhe:

Tags: